Olivia e penas, da magia e da natureza em um álbum ilustrado – Librópatas

A magia existe e, quando a sua finalidade é a de fazer o bem, é muito mais fácil ter acesso a ele, de forma real e não tanto através de sonhos. Isso e muito mais é o que encontramos no livro de imagens Olivia e as penas de Susanna Isern, um psicólogo com uma extensa experiência na literatura infantil de qualidade e cheio de valores, e que acaba de publicar, Kirei.

O livro conta a história de uma menina graças ao amor e o respeito que sente por natureza, estabelece uma relação muito especial com todos os seres que a rodeiam, a ponto de ser capaz de se comunicar com os animais. Um dia, os peixes do rio pediu ajuda porque eles precisam descer para o mar. Para fazer isso, é necessário Olivia para obter penas de aves. “Quanto mais você descobrir, melhor”, você diz. E que é quando ele começa tão agradável aventura. Algumas aves trabalhar juntos para si e para os outros, como é o caso com a águia, buscando a especialização e a coragem da menina.

Olivia chega a acumular um monte de penas muito diversas, a ponto de pensar que não é possível ter mais, mas você está preocupado em não saber o que exatamente fazer com eles, para levar a cabo a missão. Mas muito em breve, ele encontrou a chave no céu estrelado e o vento é responsável pela prestação de serviços a etapa final. Esta aventura nos mostra uma menina na transição para a adolescência, que é definido como uma pessoa cheia de força, e que ama a liberdade, a independência, e que não tem medo de compromisso ou o sacrifício. O jogo, a imaginação e a ilusão são característicos da infância, mas Olivia não consentimento para deixá-los para trás e em seu caminho para a maturidade de você decidir fazer parte de sua identidade.

É também uma história que nos permite aprender muito sobre aves, pois uma simples pena tem o poder de nos levar para um mundo maravilhoso. Um jogo metonímico, a parte e o todo, em que estamos quase sem perceber. Talvez porque todos os elementos que compõem o livro cativante pela sua simplicidade e bondade, além da facilidade de ser parte da natureza fabulada.

As ilustrações são de Ester Gili, um ilustrador de madrid que gosta de experimentar com aquarela e que conseguiu dar vida ao protagonista. Texto e imagem são vinculados mais do que nunca, e em perfeita simbiose muito tem que ver as três mulheres que realizaram este projeto literário. Além de ilustrador e autor, o editor é Cristina Camarena, outra mulher, a quarta, se levarmos em conta também o protagonista, que, com este título, começando com a imagem de livros em capa dura. Portanto, podemos dizer que tem sido conhecido para captar a personalidade de Olivia porque ele tem um pouco dessas três mulheres