O que Anne Frank, e a menstruação tem que fazer no Japão – Librópatas

Existem muitas maneiras para falar sobre menstruação , sem o uso do termo. Os eufemismos são muitas e muito variadas, estendida por todo o mundo Jennifer Weiss-Lobo em Períodos Ido discurso Público de 5.000. E, entre todos eles, é aquele estreitamente vinculado com um texto que se tornou um dos marcos do século xx, o Diário de Anne Frank.

No Japão, um dos eufemismos para falar da regra é para dizer que ele é o “dia da Ana’. E a Ana em questão é Frank, que em seu Diário, fala abertamente sobre menstruação e suas experiências relacionadas a ele (que, a propósito, que o livro em alguns u.s. bibliotecas). O Diário de Anne Frank é um testamento para a esmagadora sobre o Holocausto, apesar de seu autor, que escreveu, entre as idades de 13 e 15 anos, é também um testemunho de fora na adolescência.

Weiss-Lobo mente que a expressão, de um coloquialismo, nasceu para o segmento do sucesso que o livro tinha nos anos 60 e 70 , no Japão, quando Anne Frank tornou-se um ícone no país. O livro é, desde então, muito popular no Japão. Alguns falam de 6 milhões de cópias vendidas desde que foi traduzido na década de 50, e como o Japão é o segundo país no mundo que tenha sido vendido.

O eufemismo, no entanto, não é tão popular hoje como foi no passado. Em Womansword: Que Palavras Japonesas Dizem Sobre as Mulheres, Cereja, Kittredge (páginas dedicadas ao “dia da Ana e de” são na pesquisa de Livros do Google), explica que a e‘s já um termo fora de moda. Mas nos anos 60 era algo com bastante peso na cultura popular feminino como para um fabricante de absorventes internos, utilize-o para obter o nome. Em 1961, o mercado japonês viu como o primeiro de produtos de higiene feminina japonesa chamada Anne (e, assim, usando o termo de Anne no oi, o dia da Ana, em japonês, para ganhar uma posição no mercado), e a casa de Anne Frank foi a causa de que eles chegaram ao mercado tampões chamada Anne.

5 autores/livros românticos em inglês para traduzir para o espanhol (e um extra) – Librópatas

Apesar de existirem cada vez mais títulos de romance que você tenha nascido e crescido diretamente em espanhol mercado editorial, uma parte muito importante do que é encontrado nas tabelas de novos desenvolvimentos continua a ser traduções do inglês. O americano de escritores e a indústria de publicação de romântico americanos são, no final, quem deu o tom no mercado de romântico global e aqueles que são os mais influentes. Na verdade, se eu passar por uma livraria em Portugal ou na França, você também vai ver tabelas de novos romântico está cheio também de traduções de livros de autores chegadas do que a indústria.

A indústria de romântico em inglês é o grande exportador de romântico romance histórico (e mesmo as influências a que somos senhores e senhoras, e escocês castelos ou mansões inglês em livros que não foram publicados em inglês de origem), mas a indústria também é muito forte na novela contemporânea (em que há muitos, muitos subgêneros e tantas variações).

O que se segue é uma daquelas coisas que todos os leitores que mais amo fazer: jogar para pensar sobre o que publicarías você se você tivesse uma editora especializada no gênero sobre o qual você está lendo. Os autores que aparecem na lista não foram traduzidas para o espanhol, nem publicado em Espanha, apesar de terem o seu eco na indústria norte-americana do romance romântico (um deles é um escritor na nova zelândia, mas seus livros saem NOS eua).

Claro, a seleção não foi feita sobre tudo o que foi publicado nos Estados unidos (nós não damos a vida a ler muito), mas simplesmente sobre o que lemos do que é publicado (que, que, sabemos, não são poucos os sub-gêneros de lado: se você tiver mais recomendações para o romântico, contemporâneo de que você acredita que deve ser traduzido não tem para deixar um comentário).

imagem26-06-2018-13-06-59Qualquer Julie James. Eu não li o seu primeiro romance, porque no GoodReads comentários foi convidada para fazer isso, mas se o que foi publicado, em seguida, (ele não é um autor muito prolífico e vai mais ou menos de livro de um ano ou a cada dois anos). E desde que eu li o primeiro eu não entendo como é que ninguém comprou os direitos (quando traduzido tantas coisas e tantas muito pior). Seu último livro foi comprado pela CBS Studios para fazer uma série, para que possamos alcançar mais visibilidade.

Tiago escreve romances com um certo enredo de suspense (entre o casal principal são os advogados ou agentes do FBI), mas o suspense não é exatamente a coisa principal. A narração tende a ser muito bem feito, entrar na comédia romântica e, além disso, James tende a escrever histórias com um toque de muito feminista (só uma curiosidade: quase todos os protagonistas femininos têm muito salários mais altos que os seus protagonistas masculinos).

imagem26-06-2018-13-06-00Namorar Com Você, Odiando Você, Christina Lauren. É pena. Esta não é a primeira vez que você recomenda que alguém comprar os direitos do livro e publicá-lo em espanhol, mas eu insisto. Christina Lauren (dois escritores que publicam e escrever em conjunto) são populares para duas séries de livros, novos adultos, que são aqueles que foram publicados em espanhol, e será ainda mais popular no futuro, porque um de seus livros independentes, Roomies, vai ser adaptada para o cinema. Colegas é uma rom com boa rollista. Namorar com Você, Odiando Você, seu comédia feminista, é o que merece ainda mais atenção.

A história segue dois agentes de que filme são conhecidos em uma festa e, como antes de descobrir que a fusão das empresas em que trabalham os tornou inimigos para conseguir um emprego. A melhor coisa que, como já foi dito , é a forma em que os autores conseguiram tornar visível e crítica – em um livro que foi muito divertido e engraçado – todos os micromachismos que o protagonista enfrenta em seu trabalho.

imagem26-06-2018-13-06-01Aqueles Que Partiram, Roni Loren. O primeiro livro desta série de romântico contemporâneo apareceu um pouco por toda a parte na mídia especializada na romântico norte-americanos, e com muito boas críticas. No entanto, eu era muito preguiçoso: o ponto de partida da história é o reencontro dos alunos que sobreviveu a um massacre em um instituto americano para participar de um documentário, muitos anos mais tarde. Eu estava com medo do que poderia sair de lá, para negá-la (especialmente tendo em conta que, para mim, o autor era completamente desconhecida). Mas as críticas foram tão grandes e tão habitual que, quando o editor fez uma promoção com o título de primeiro, eu decidi tentar comprar e ler.

No entanto, Loren faz um trabalho muito bom e aborda um assunto muito delicado de uma forma muito correta. A série tem dois livros já, o primeiro com o título do mesmo e, o segundo, o que Você não Pode Esquecer-se, muito mais rodada do que o primeiro. Uma proposta original sem milionários pelo meio e, especialmente, de profundidade.

imagem26-06-2018-13-06-03Londres Celebridades da Série, Lucy Parker. Outro autor desconhecido, que descobri graças a mídia norte-americana especializada em romântico. Parker também vem totalmente para fora do que de costume, que você pode encontrar na lista de romance romântico , contemporâneo, e escreve no West End de londres.

Seus três romances foco em diferentes áreas do mundo profissional de teatro (e pode ser lido de forma independente um do outro). No princípio, havia três livros da série, mas o autor já anunciou que assinou para mais três livros com seus editores. Os três romances são bastante espirituoso e todos eles são, no final, a partir de um ponto de partida ou de outra, histórias do gênero ‘inimigos para os amantes’. Muito interessante é também nas histórias para o efeito que a imprensa amarela tem sobre o que acontece (Parker consegue integrar em uma forma crítica, mas que não incomoda).

imagem26-06-2018-13-06-05A Data Do Casamento, Jasmim Guillory. Além de criar um dos melhores capas do ano na romântico em inglês (em inglês há muitos e sérios candidatos a ser feito com a hipotética título), a editora (Berkley) fez um serviço muito eficiente na comunicação que fez o livro ser muito visível. Embora você quer saber como eu descobri? O escritor Roxane Gay publicou uma crítica muito positiva no GoodReads antes de ir para o mercado.

O romance parte de um clássico de comédias românticas: o protagonista que leva um casal falso a um casamento em que você se sentir desconfortável. Guillory consegue fazer algo tão banal como é original e, além disso, ele faz isso com alguns protagonistas, que têm uma vida real (eu tenho que fazer para trabalhar!! ¡¡você não pode deixar tudo para tornar a história do progresso!!!)

E um extra: estou surpreso que você não tenha comprado ainda na Espanha, os direitos de tradução de Lauren Layne, bastbefore prolífico em inglês e com sucesso (e dentro do nicho em si é geralmente traduzido: ver profissionais em trabalhar de forma mais ou menos de glamour na cidade grande, Nova York). Vou citar foi dedicado no Romântica que não é cor-de-Rosa (eu já mencionei que é o blog que eu mais confiar em recomendações em espanhol, e na verdade, se você ler alguns problemas de Layne foi depois de ler esse blog): “escapismo, muito agradável” e “é quase-quase como uma versão contemporânea de Julia Quinn, no sentido de que mesmo as tragédias parece que eles não são, realmente, mas…”. Leia muito entretenidamente, embora (como ele também aponta nesta crítica), não são muito memorável.

Mas se você está nesta lista é porque eu vou fazer de um pool de apostas na base dos movimentos de direitos autorais: Montlake, o selo de romântico a partir do editor do Amazonas, assinou o escritor e publicou um de seus mais recentes livros, Quente, Ativo, o primeiro de uma nova série de romances sobre o mundo de Wall Street. E dado que a Amazon começou a publicar também na Espanha e lançar as traduções dos títulos que eles acreditam que pode funcionar, eu não ficaria surpreso (e aqui eu estou fazendo apenas previsões) que tinham acabado de publicado este livro (se você não tem isso em seus planos, eis aqui uma sugestão).

Os benefícios da leitura no verão – Librópatas

O inverno e o outono são associados com quase imediata leitura. Em caso de mau tempo, nada mais do que ficar em casa e coberta com um cobertor no sofá, nada é mais agradável do que um bom livro. Mas o verão – nós só aberto – é também um tempo de vitrine para a leitura e os benefícios da leitura, no verão, são muitos.

Sem dúvida, ninguém pode discutirnos o prazer de verão, sentado na praia ou em uma espreguiçadeira, com nada para fazer e com um bom livro entre as mãos. O livro é um dos elementos de que a experiência de relaxamento, para desligar-se do trabalho, o ruído e o dia-a-dia.

Pouco importa se podemos ler no papel (formato que, de acordo com um estudo ), ou se nós a fazê-lo em e-book: leitura no verão é uma das faces de estar em férias.

Os benefícios da leitura para o verão, são também particularmente notável para a menores. De acordo com os dados de um dos Graduate School of Library and Information Studies da Universidade Dominicana, para ler no verão é muito positivo para a escola. Os alunos que participam de programas de leitura, durante o verão, mostram uma melhoria significativa dos seus recursos de leitores. O estudo também mostrou que a leitura ajuda você a não esquecer o que aprendeu durante o inverno (porque a leitura, alguma leitura, que ajuda a melhorar a aprendizagem e a retenção do que é aprendido).

De outro , esta focada em crianças da Educação Infantil, mostrou que, embora as crianças não ler melhor oral de leitura, se você fez isso muito melhor em habilidades de leitura. Isto é, a sua leitura foi de uma qualidade superior. As crianças além disso, podem ler mais em um dos grupos do estudo, uma vez que os pesquisadores foram enviados os livros pelo correio. O prazer de receber o livro era a de que não estávamos mais ansiosos para ler. Além disso, o estudo mostrou que os programas de leitura de verão teve um impacto muito positivo sobre as crianças de famílias de baixa renda.

Portanto, a leitura no verão, é muito positivo para as crianças e é um elemento de valor para a escola. Se as crianças não seduzir, especialmente, a idéia de ler, você pode sempre colocar suas mãos em alguns .

Quem é que vai morrer no final de Game of Thrones? – Librópatas

O que devemos fazer antes de um alerta de spoilers? Na realidade, não temos qualquer tipo de filtragem ou os criadores da adaptação da série que está fazendo HBO, nem do que ele está escrevendo, de George R. R. Martin, mas podemos fazer um pool de apostas com a lista de quem vai morrer no final de Game of Thrones, a série que adapta a série de romances as crônicas de Gelo e Fogo de Martin. Dado que o escritor tem ele próprio confessou a escritores como você planeja terminar suas histórias, é provável que os pontos de extremidade de série estão em paralelo com os pontos finais da saga literária.

Há não poucos que, na esperança de atingir a última temporada da série (previsto para 2019), começaram a fazer suas previsões e suas teorias sobre o que vai acontecer. Os outros começaram a usar a tecnologia para tentar alcançar à frente da curva.

E que é o que tem feito Taylor Larkin, um cientista DataRobot. Larkin tem desenvolvido um algoritmo que faz previsões sobre a morte de personagens diferentes. Antes de aprendizagem de máquina utilizada para alimentar utilizando o conteúdo de um wiki sobre o mundo de Game of Thrones para a tecnologia. A base do que tem acontecido até agora, cerca de 2.000 caracteres é o que ajuda a da identificar a probabilidade de morte face a face, em o fim da história.

Quem tem um quase-morte certa? Com base nesta análise, tecnologia, será Daenerys Targaryen. A sua chance de morte, 83.77%.

Após ela, o mais provável é que eles morrem no final da temporada, os dois irmãos Lannister. Jaime tem uma probabilidade de 72,91% de morrer, e Tyrion 70,76%. A completa, com Bran Stark (66.02%), Cersei Lannister (60.39%), Jon Snow (58,99 Dólares%), Euron Greyjoy (54.95%), Sansa Stark (50.28%) e Arya Stark (49,04%).

Em geral, o é também concluiu que é muito mais probabilidade de morrer no universo do Game of Thrones se você é um homem e não uma mulher (embora há poucos personagens femininos do que masculinos).

Foto de Helen Sloan/HBO

Nova edição do prêmio literário para autores e indie – Librópatas

imagem21-06-2018-12-06-57

Já é quase como um clássico de verão: eles chegam no dia de calor, e a Amazon anuncia uma nova edição de seu prêmio literário para escritores autopublicados. A empresa acabou de anunciar a convocação do 5º Prêmio Literário de Autores ‘Indie’ em espanhol, aberto a escritores que publicam seus livros a partir de 1 de julho a 31 de agosto de 2018, através do serviço de auto-publicação na Amazon. Os autores que quiser participar tem que enviar seu texto para KDP, o serviço de auto-publicação gigante.

Os trabalhos devem ser inéditos e ser escrito em espanhol. Para participar do prêmio, a ser incluído no KDP Select, que estabelecer um preço mínimo de 2,99 euros e incluem o termo PremioLiterario2018 no campo de metadados chamado de “palavras-chave de pesquisa”. A extensão será no mínimo de 24 páginas.

O prêmio será de us $ 5.000 (se o mal não recodamos uma melhoria substancial em comparação às edições passadas) e você também vai receber “o apoio de uma campanha de marketing para promover o seu trabalho em diferentes locais da Amazônia, bem como a oportunidade de traduzir para o inglês”. O júri, composto por diferentes escritores e especialistas da indústria editorial, levará em conta critérios como viabilidade comercial, a criatividade, a originalidade e a qualidade da escrita

 

 

Como funciona a Caixa – Como pedir crédito, taxas e penhores

No Brasil a Caixa Econômica tem liderado as linhas de créditos. Cartões de crédito no Brasil tem uma carga mensal muito grande e cobrada pelo ano todo. Isso significa que, com interesse adicionado ao capital de empréstimo, as taxas podem ter de 240% ao ano. O que tem sido cada vez mais recorrente é o uso da instituição para retirar a 2ª via boleto caixa é conferir que os juros aumentaram um pouquinho.

Apesar de a dívida séria risco de cartões de crédito, médio e superior-classe Brasileiros são tão dependentes de seus cartões de crédito, como os Americanos. Além disso, com o aumento da economia no Brasil na última década e a ampliação programas de assistência social, a classe média baixa está a crescer drasticamente, e agora a aquisição de cartões de crédito. Muitos Brasileiros, que, no passado, não conseguiu qualificar-se para cartões de crédito, estão agora recebendo-los, ajudado pelo aumento de renda e uma diminuição do cartão de crédito requisitos. Muitos destes cartões de crédito são vendidos para os de classe média baixa pela Caixa Econômica Federal, que foi fundada em 1861 pelo Imperador do Brasil Dom Pedro II. A Caixa ainda é de propriedade hoje pelo governo Brasileiro, que define o Banco políticas de concessão de crédito.

boleto da caixa

Para a classe média os Brasileiros que têm vindo a desfrutar de vários cartões de crédito – Visa, MasterCard, American Express durante uma década ou mais, a navegação o sistema de pagamentos de cartão de crédito é familiar. No entanto, para o aumento de classe média baixa, dívida de cartão de crédito é novo e inesperado. Para essas pessoas, o Brasil é o governo federal oferece assistência adicional com pequenos empréstimos a juros mais

Através do banco federal, Caixa econômica federal, o governo criou um serviço para o empréstimo que oferece taxas de juros mais baixas do que com cartões de crédito ou empréstimos bancários, e que o sistema está funcionando bem para milhões de clientes. O serviço envolve os consumidores de se vender um item de valor, tais como jóias, Caixa de Banco. Nos EUA, ele funciona da mesma forma como seria uma “casa de penhores”.

Por que o romance é fazer seus protagonistas se encontram mais anos – Librópatas

Alguns verões, Juliana Cinza, o alter ego de que o escritor Beatriz Williams usa para seus romances, históricos, publicou uma novela curta. O romance, como é o caso com outros títulos do gênero, foi uma transição entre uma série já publicados e a nova série que iria lançar o escritor. O diferente – e quase subversivo – aqueles que foram os seus protagonistas. A história, no final do século xix, ainda era um personagem que já tinha visto em seus livros anteriores, mas não um dos suspeitos do costume. O protagonista do Duque de Olympia Encontra-se com Sua Correspondência era o avô dos protagonistas de seus romances, um professor de espiões que passou na década de 70. Sua heroína, com o protagonizaba a história, com as quais ele atinge o seu fim de felizes para sempre e comer perdizes, lá estava uma menina, mas de uma viúva, Senhora de Schuyler, que passou os anos 50.

A história foi surpreendente, assim como por este e, na verdade, a crítica que apareceu mais ou menos pelo tempo em que o livro apareceu é apontado para os dados como algo de excepcional. O duque de Olympia protagonista e, acima de tudo, o seu ‘amor’ não foram pós-adolescentes que procuram o seu lugar no mundo.

Então, a questão parecia mais uma curiosidade do que uma tendência, talvez porque eu não tivesse entrado muito na questão, ou talvez porque ele não tinha feito tão visível. No final, nos romances do romantismo histórico que eu estava lendo no momento em que os protagonistas raramente excede 30.

imagem20-06-2018-12-06-44Um par de anos se passaram e, não muito tempo atrás, caiu em minhas mãos, NetGalley, através, Jogar para sempre, Maggie Poços. O romance é o segundo episódio de uma série, e a série tinha aparecido em um artigo de recomendações do “u”.s. a mídia o ponto de partida do seu primeiro romance, Jogo de Amor.

Na primeira história (com os protagonistas na segunda metade dos anos trinta), o ponto de conflito para o protagonista (treinador de uma das meninas equipe de basquete da universidade) é a diferença de remuneração e de como, apesar de ser aquele que dá os melhores resultados de esportes para a universidade, não ganhar a mesma coisa que as contratações de estrelas do sexo masculino. O assunto já fez o romance se destacam entre outros desenvolvimentos, e conseguiu ter um eco entre aqueles que falam de romântico em inglês.

O ponto de partida de Jogo para o Mantém é diferente, mesmo que seus protagonistas estão muito em linha com o livro anterior. O protagonista masculino, colega de trabalho do treinador, basta digitar na década de quarenta. A protagonista feminina é alguns anos mais velha que ele. Ambos os elementos são tratados de uma forma orgânica. É simplesmente um fato da vida mais de uma história.

A alternativa ao habitual

As duas novelas fazem parte da grande variedade de romances contemporâneos e parecem ser o reflexo de uma pergunta muito lógica. Se os romances tentar refletir o mundo contemporâneo e a sociedade atual, em que os personagens são sempre ancorado em sua juventude, e em seus anos de faculdade, não parece ter muita lógica. As pessoas não ficam ancorados nesses anos (que também já tem a sua poderosa de gênero ). Mas a leitura deste romance me fez pensar sobre o que tinha lido nos últimos tempos e como eles foram os protagonistas dessas histórias: o que são romances, dando cada vez mais espaço para os personagens mais “maduro”?

E como eu estava me perguntando que outra pergunta já foi respondida , uma meia-econômica norte-americana, em que eles apontaram como o gênero do “experiente romance” (o romântico idade ou com temporadas) está se tornando cada vez mais presentes. É o modelo, de pontas, com uma indústria de mil milhões de pessoas, o editor do romance) está tentando chegar a um grupo de consumidores (leitores de mais de 45 anos de idade), que não só tem tempo para ler, mas também dinheiro para gastar em livros.

É, como apontado no subtítulo de sua análise, “um subgênero do romance de crescimento” chamado “para os leitores da maioria das idades”. São os leitores que, como afirmado por um dos que falaram, deixaram de sentir-se identificado com as novelas com protagonistas de 19 anos.

A tendência é emergentes nos Estados unidos, mas não se esqueça de que a indústria do romance romântico americano é muito influente, e que marca é o que se lê no gênero no resto do mundo.

As razões para este crescimento, em valores mobiliários

Embora na análise do americano médio, eles deixam claro que dentro da indústria continua a ser visto como difícil de vender para os tradicionais editores esse tipo de histórias, há aqueles que apontam que o subgênero vai continuar a crescer e atingir mais e mais para as prateleiras das livrarias. Os argumentos que você apresentou, podemos tirar várias conclusões que explicam por que os romances do romantismo protagonistas, mais adultos começaram a ficar mais e mais listas de notícias.

Por um lado, é uma questão quase orgânica. Os leitores que começaram a ler romântico quando o gênero começou a sua grande boom contemporânea (entre 70 e 90) foram cumpridas anos atrás. Estes leitores de continuar a leitura romântica e deseja histórias para ser chamado, que o atraem. Para fazer isso, a indústria editorial não pode manter-apostas em um único formato de artefato literário.

Por outro lado, o romance romântico tem muitos gêneros e sub-gêneros, o que torna chegando em público e oferecem diversos tipos de livros. Em uma lista, de modo amplo, um novo sub-gênero, mesmo sendo cross – tem sempre acomodado.

E, finalmente, pode-se acrescentar outra pergunta, paralelo aos motivos que são extraídos da análise. Se você seguir as discussões e análises sobre romântico publicados no Twitter e na blogosfera americana, você pode ver que o gênero está muito preocupado com a diversidade e com ele, para mostrar o mais variada possível, as diferentes opções de vida. Em tal contexto, os protagonistas das histórias, nunca se encontram a mais de 35 não faria muito sentido.

Imagem de destaque, um detalhe da capa do Duque de Olympia Encontra-se com Sua Correspondência, Juliana Cinza

7 série estreia para o verão baseados em livros – Librópatas

Fazer maratonas da série parece ser algo associado com o inverno e o outono. É o tempo frio, do café, fogão e televisão. No entanto, no verão, também estreou a nova série e novos conteúdos em diferentes plataformas de tv/streaming/para onde vamos agora decidir para ver a série. Analisamos a série estreia prevista para o verão , procurando por aqueles que são baseados em livros. As regras para a seleção foram, que são as séries (ele tem feito que a versão de Farenheit 451 HBO, foi deixado de fora) e tem uma data de lançamento agendada nestes meses de verão na Espanha.

A catedral do mar

A série baseada no livro por Ildefonso Falcons é estreou no final de maio. No Barcelona do século XIV, é a construção de uma igreja em honos da Virgem do Mar. A vida de Arnau Estanyol está muito ligada à construção. Na Antena 3 já está em questão e a letra em Atresplayer.

Dietland

Se, como eu, você tem acesso a Amazon Prime Vídeo, mas nunca faça o que você clique em porque você não tem nenhuma idéia do que eles são brilhantes, isso pode ser uma desculpa para visitar a plataforma. A série acaba de ser lançado e vá até capítulos a cada semana. O protagonista é o escritor fantasma-escreve a carta do editor de uma revista de moda e promete ser um crítico ácido contra todos os estereótipos da beleza. Baseado em um romance de mesmo título. No Primeiro Vídeo, já está disponível.

Cormoran Greve

Alguns anos atrás, saltou a notícia literária. J. K. Rowling, autora de Harry Potter, escreveu romances de detetive, sob um pseudônimo. As histórias (romances ) tornaram-se agora uma série de televisão britânica, que parte do universo criado pelo escritor. Na HBO, já está disponível.

O dia de amanhã

Baseado em um romance de Ignácio Martinez de Pison, a série é uma das aposta no conteúdo original da Movistar. A série segue um jovem ambicioso Apenas Gil na Barcelona dos anos 60. Na Movistar+, premiere, 22 de junho.

O mistério de Suspensão Rock

Faça um piquenique em Hanging Rock é um livro fascinante (algum tempo atrás publicamos ). O romance segue a estudantes de um internato na Austrália no início do século xx, que realizou um piquenique na natureza. Tudo muito bucólico, até que vários deles desaparecer. Várias décadas atrás, ele fez um filme baseado no romance e agora vem uma mini-série de seis capítulos. No Cosmo TV, estreia no dia 24 de junho.

Objetos Afiados

Gillian Flynn é conhecida por Perdida (Gone Girl), seu terceiro romance, que foi um super sucesso de vendas e levou para o cinema, mas antes ele havia publicado outras histórias. , que segue um jornalista de um jornal é ruim ter que ir para a cobertura de morte e desaparecimento de duas meninas na aldeia em que ele cresceu. Na HBO, a 9 de julho.

Jack Ryan

Baseado no personagem dos romances de Tom Clancy, a série vai ser uma nova reviravolta audiovisual da história. Na Amazon Prime Vídeo, 31 De Agosto,

 

Existem mais de 500 caricaturas de Victor Hugo

A maioria dos escritores sabemos menos do que gostaríamos, especialmente a mais de volta, viagem na história da literatura; a informação é perdida, ou não, considerado digno de coleta… este Não é o caso de Victor Hugo, que gozava de grande popularidade em vida por seu trabalho, e para o seu trabalho político. Que a fama lhe rendeu muitas vantagens, mas também alguns outros desvantagem, como sendo um dos destinos favoritos dos chargistas da época, que, muitas vezes, o que é retratado nos jornais, sem muita hesitação, prestando especial atenção para o desequilíbrio entre o tamanho do seu (pequeno) de corpo e de seu (enorme) de cabeça, uma testa alta, ou para defeitos de caráter como ambição.

Apesar de existirem também quase hagiográficas, e é que, a partir de seu exílio – quando ele retrata um homem barbudo, robinsoniano, e fiel às suas convicções – e, especialmente, após a curva, os desenhos animados são cada vez mais agradável: Victor Hugo tornou-se o gênio, o pensador, o pilar da lei, e seus retratos refletir a mudança na percepção da sociedade, sendo reflete-se ainda como uma estrela do céu.

No total, estima-se que existem mais de 500 caricaturas de Victor Hugo, algumas feitas por empresas de prestígio, tais como Daumier, Doré, Cham, Gill, Lepetit, ou Nadar, e cerca de 150 você será capaz de ver a partida em 13 de setembro, na sua casa-museu de Paris, em uma exposição centrada precisamente sobre este tema.

Através de e

As frases sublinhadas nas novelas da nova ministra da Cultura – Librópatas

imagem08-06-2018-13-06-56

O ministério da Cultura , voltou para a pastas ministeriais em Espanha, e o seu proprietário tornou-se uma das surpresas da semana. Não foi até o final da tarde de quarta-feira, quando foi revelado quem seria o responsável do ministério e o nome do novo ministro não foi em qualquer das piscinas da mídia. O jornalista e escritor Màxim Huerta é o novo ministro.

E, dado que o nome foi uma surpresa – apesar da redundância – incrível, as horas foram marcados por análises, biografias, críticas e defesas do ministro (ou, pelo menos, os convites para não ser uma ‘classe ‘ cultural’ quando ele já está para julgar alguém que ainda não tenha sido dada a oportunidade de ser um ministro). Porque sim, o novo ministro foi em seu tempo, co-apresentador do programa de Ana Rosa Quintana. E, sim, ele é um escritor de literatura comercial (que também é literatura).

Na escrita, que não tinha lido nenhuma das obras do novo ministro da Cultura (agora não), então não podemos fazer uma análise sobre-lo e estávamos a ficar sem nada para dizer. Mas a Amazon nós tem resolvido o problema: o gigante do e-livros (entre outras coisas) tem segurou a riqueza de dados disponíveis e fez uma lista de frases de que os leitores de seus eboooks mais sublinhada nos romances de Màxim Huerta.

Uma loja em Paris

1. O pior sentimento é não estar sozinho. É ser esquecido por alguém que você nunca vai esquecer.

2. Os únicos limites são aqueles que um impõe a si mesmo.

3. Na vida, o que às vezes parece como um fim, ele é realmente um novo começo.

4. não há nada mais bonito do que estar no meio de seus sonhos e você sentir que você não está dormindo, você ainda está acordado.

5. Quem foge da verdade acabou de tropeçar sobre ele. Alguém acredita que vai durar uma vida e que você vai ter tempo para corrigir seus erros, mas não é. Os erros são encarrega-se de dar sal nos olhos.

Firmamento

1. A felicidade que gera a possibilidade é brutal, tudo o que pode acontecer é se acumulando em torno de você como se fosse uma dança para a qual você foi convidado. Dança e, é claro, que você dança.

2. Não é usado para ser feliz. É boicote. Uma mulher mais acostumada a ressaca do que para o brinde.

3. A vida era menos complicada quando tudo o que você precisa fazer é ficar em silêncio.

4. Como eu tinha dito, o meu senhor, pois é algo para olhar. É ver para avisar os detalhes.

5. Não só nasceu no dia em que você veio ao mundo, você nasceu muitas vezes, a cada vez que a palavra sente que é conjugado.

Não me deixe

1. —Todas as vezes que você precisava para ser feliz, você só tem que ser. Não espere. Eu sei.

2. As pessoas que querem sempre encontrar uma solução para perdoar.

3. “Toda vez que você se sentir inclinado a criticar alguém, tenha em mente que nem todo mundo teve suas vantagens.”

4. A tristeza é uma antiga peça de mobiliário, não vale a pena. Limp. Faz barulhos à noite e não traga mais do que erros.

5. Eu falo como uma mulher que também foi ferido. Nunca mais quem era, mesmo se eu voltar.

Noite de sonho

1. Na vida era ser feliz. As razões iria aparecer. O resto, pouco importava.

2. Às vezes, ontem como hoje, você pode ouvir o amor quando o mais silencioso você está.

3. Apenas com que se lembre da história para que a história existe. Simplesmente amor quero ser o amor, para ser verdadeiro.

4. A beleza dependia mais de tempo do que aqueles em torno de você.

5. Quando se vive consciente dos outros, esquecendo de si mesmo,

 

Foto