Perigos de correr ao sol – Como evitar? Principais dicas

Os meses de verão nos incitam a relaxar e deixar a mente em branco, mas também continuamos com a ideia do culto ao corpo. E, para isso, fazer esporte é a melhor solução. Mas, quais os riscos abrimo-nos quando praticamos exercício, sob o sol nesta época do ano?

O dr. Luis Franco, do Serviço de Medicina do Esporte do Hospital Sant Joan de Reus (Tarragona), deu uma entrevista para o site EfeSaúde e nos emprestou partes da conversa sobre recomendações necessárias para evitar danos ao se exercitar sob o sol e calor.

Guia de exercícios para o verão

Além da elevação dos termômetros, devemos ter em conta o grau de umidade relativa, já que condiciona a nossa capacidade para manter uma temperatura adequada interna e aumenta a desidratação. Além disso, a pele tem que estar bem protegido dos raios solares na hora de sair para correr ou de qualquer tipo de atividade esportiva.

O ambiente caloroso exige entrar em funcionamento carregados de diretrizes para evitar riscos desnecessários que prejudiquem a saúde:

Estar bem hidratado dia-a-dia e, antes, durante e após a realização do exercício. “Se a atividade dura menos de uma hora, beber água fresca (cerca de 125 cc a cada 15-20 minutos) é suficiente. Em contrapartida, se estende por mais de 60 minutos, terá que ingerir bebidas esportivas ou isotónicas (500 cc cerca de 60 minutos antes de iniciar o exercício e entre 100-125 cc a cada quarto de hora durante a prática do mesmo)”, comenta o profissional.

Evitar, na medida do possível, a exposição direta ao sol. Além disso, a roupa clara evita sofrer mais o poder do calor, assim como é preferível usar aquela que permita uma transpiração. “Usar roupa esportiva e proteger a cabeça com bonés ou chapéus”, aconselha o especialista.

Proteção contra o sol

A proteção contra o sol também é uma dica importantíssima de quem faz exercícios ao ar livre. Isso implica tanto em utilização de roupas confortáveis e que possibilitem uma boa transpiração quanto para a proteção da pele, que poderá criar manchas, melasmas ou ter queimação caso fique exposta excessivamente ao sol (já falamos sobre manchas de pele aqui). Portanto, uma recomendação dos especialistas é deixar para fazer exercícios em horários em que o dia está com o sol mais ameno como pela manhã cedo ou no final da tarde. Mas lembre-se de usar filtro solar sempre, a não ser que se exercite à noite.